“𝐂OMING BACK TO JAZZ DE XICOFRAN” | UNE ARTES!

                                                                          

Jorge Manuel Taylor, Autor

 

O mês de maio começou com a freguesia de Benfica – Lisboa, a ouvir e a ver expressões de Jazz, através do seu evento anual “Junta-te ao Jazz”.

O Palácio Baldaya, – espaço cultural e de inovação, com diversas valências como uma biblioteca, uma ludoteca, salas para exposições e concertos, um Centro Qualifica e um espaço de coworking. As várias salas multifunções, ótimos jardins e uma cafetaria, incorporam um espaço dinâmico e versátil, preparado para o desenvolvimento de diversas atividades culturais e na área da formação, como exposições, workshops, tertúlias, pequenos concertos, entre outros, situado na Estrada de Benfica, foi palco de 20 a 22 de maio de alguns dos maiores intérpretes na atualidade, deste género musical, de sons improvisados e não lineares, que faz com que o jazz seja único. Um cartaz de luxo, com as atuações de Salvador Sobral, o camaronês Richard Bona, a britânica Shirley Davis e Carlos Bica. Mas, também, acolheu a exposição “Coming Back to Jazz” do artista Plástico Xicofran, que se inaugurou inserida na “13ª Edição do Junta-te ao Jazz” e  que contou com a participação do saxofonista Abel Zambujo. O Jazz esteve presente não só na pintura.

Para além da oferta musical vinda de todos os cantos do mundo, e colocando o Jazz no centro de todas as atenções, esta iniciativa traz uma intensa interação cultural através de momentos de cultura e de envolvimento com a comunidade.

Uma iniciativa que uniu artes: a primeira arte (música/som) e a terceira arte (pintura). A “Música e a Pintura” de mãos dadas para nos fazer refletir e ver a vida com outros olhos.

Através da pintura, Xicofran dá-nos mais uma vez a conhecer e a oportunidade de apreciar expressividades/”rostos” do Jazz e música, num processo que se manifesta de forma espontânea. Pormenores e cores harmoniosas que não passam despercebidas.

COMING BACK TO JAZZ” DAS PAREDES DO PALÁCIO BALDAYA PARA O BLOG “A BOA VIDA PERSEGUE-ME”

Depois de inicialmente apresentada na Galeria do Palácio Baldaya em Benfica, Lisboa, em maio de 2022, apresenta-se agora a versão de exposição virtual, que aponta a possibilidade de aproximação a um universo tão complexo quanto único.

O Blog “A Boa Vida Persegue-me” mais uma vez a dar lugar à arte, levando assim a exposição a quem tem mobilidade reduzida, a quem não teve disponibilidade de se deslocar ao Palácio Baldaya.

Uma das coisas que aprendemos na pandemia foi romper limites físicos de espaços, de tempos e entre instituições.

Através da Galeria Virtual do Blogue “A Boa Vida Persegue-me” pudemos espalhar arte e cores por aí! O Blog segue representando uma alternativa de aproximar a arte de seu público.

A vantagem de ficar em casa é que temos tempo para focar no que realmente gostamos. Para os amantes da arte, existe uma oportunidade imperdível: passeie pela galeria virtual do Blog “A Boa Vida Persegue-me” e admire as obras de arte.

A mostra virtual reúne uma seleção de 17 obras com a assinatura de Xicofran. Todas as obras, sem exceção, pautaram-se pelo aprofundamento do “diálogo entre a pintura e a música com afinidades com o jazz”.

 

XICOFRAN, Artista Plástico

 

 

 

 

Xicofran,  o Pintor do Jazz, é conhecido sobretudo pela sua paixão e visão particular do mundo do Jazz. Sabe muito bem retratar as melhores expressões dos cantores do jazz e das divas deste género musical. Para mim, também, deverá ser conhecido como Pintor do Movimento, pelo efeito de movimento retratado nas suas obras. 

Para o Artista Plástico XICOFRAN,

“Foi com grande regozijo que fui convidado pela administração do Palácio Baldaya em Benfica, para inserir a minha exposição de temática Jazz em parceria com a 13º edição do Junta-te ao Jazz (Festival Jazz).  Em boa hora e quase por instinto dei o nome à exposição de “Coming Back to Jazz” no sentido na verdadeira tradução da frase, de volta ao jazz! Depois de dois anos de pandemia e de quão complicados foram os tempos para a cultura em geral, particularmente para os artistas e músicos em geral. Assim, revi-me nesta exposição como um renascer e abertura de Almas sentindo na expressão das pessoas uma vibração positiva e de alegria por tal anseio.

Depois foi só usufruir a contemplação e vibração da fusão dos meus músicos de jazz imortalizados em tela, vibrando com as verdadeiras notas musicais que entravam pelas janelas das salas expositivas, provenientes dos músicos em palco do excelente elenco deste ano patente do festival.

São estas imagens, estes momentos que ficarão para sempre na minha memória, e pelo retorno que tenho tido, também na memória de quem teve a oportunidade de poder assistir”.

Misturas Culturais,

Notas musicais e diferentes instrumentos que também têm expressividades do Jazz. A pintura alia-se à música para dar a conhecer expressividades e o Jazz.

“Da pintura à música um evento que merece o seu olhar atento”

Ainda sobre esta exposição, Xicofran acrescenta,

As exposições presenciais são, sempre, muito limitadas no espaço e no tempo. Normalmente, as exposições estão patentes, durante um período curto de tempo e destinada a um conjunto limitado de pessoas.

É importante, por isso, encontrar algumas alternativas que permitam um acompanhamento mais próximo, ainda que não seja possível a presença física do público. As exposições virtuais têm sido cada vez mais comuns. Por isso, aceitei o desafio de trazer para a Galeria Virtual do Blog “A Boa Vida Persegue-me”, a exposição “Coming Back to Jazz”.

“Um bem-haja a quem ainda proporciona estes momentos inesquecíveis e que demonstra que a cultura se faz com simples pormenores e ideias, ressalvando que o importante é “fazer acontecer”.

Ficha técnica das obras

1 – “Sam Rivers “| Técnica: Acrílico e pastel de óleo sobre tela | Dimensões: 65×56 cm| Ano: 2022|“2 – silhueta de Miles” | Técnica: Acrílico e pastel de óleo sobre tela s/tela | Dimensões: 65x56cm cm | Ano: 2022| “3 – brad Mehldau ” | Técnica: Acrílico e pastel de óleo sobre tela | Dimensões: 65×56 cm | Ano: 2022|“4 – Coltrane “| Técnica: Acrílico e pastel de óleo sobre tela | Dimensões: 60×47 cm |  Ano: 2022| “5 – Momento Jazz “| Técnica: Acrílico e pastel de óleo sobre tela | Dimensões: 60×47 cm| Ano: 2022| “6 – Ray Charles” | Técnica: Acrílico e pastel de óleo sobre tela| Dimensões: 150×100 cm | Ano: 2022 | “7 – Chet Backar ” | Técnica: Acrílico e pastel de óleo sobre tela | Dimensões: 180×130 cm | Ano: 2022|“8 – “Ella Filtgerald“| Técnica: Acrílico e pastel de óleo sobre tela | Dimensões: 160×55 cm |  Ano: 2022 | “9 – “Qual silhueta de George Benson“| Técnica: Acrílico e pastel de óleo sobre tela | Dimensões: 160x55cm cm |  Ano: 2022| “10 – “Tributo ao Contrabaixo“| Técnica: Acrílico e pastel de óleo sobre tela | Dimensões: Díptico 2x (175×145) cm |  Ano: 2022|11 – “Betty Carter“| Técnica: Acrílico e pastel de óleo sobre tela | Dimensões: 120×100 cm |  Ano: 2022|12 – “CHIEK COREA“| Técnica: Acrílico e pastel de óleo sobre tela | Dimensões: 120×120 cm |  Ano: 2022|13 – “Maria João”| Técnica: Acrílico e pastel de óleo sobre tela | Dimensões: 100×100 cm |  Ano: 2022|14 – “Mário Laginha”| Técnica: Acrílico e pastel de óleo sobre tela | Dimensões: 120×60 cm |  Ano: 2022|15 – “Vinícius de Moraes“| Técnica: Acrílico e pastel de óleo sobre tela | Dimensões: 68×63 cm |  Ano: 2022|16 – “Rão Kyao“| Técnica: Acrílico e pastel de óleo sobre tela | Dimensões: 80×60 cm |  Ano: 2022|17 – “Rão Kyao“| Técnica: Acrílico e pastel de óleo sobre tela | Dimensões: 68x57cm |  Ano: 2022|

As obras podem ser adquiridas por si… são pinturas que tanto podem embelezar a sua casa, como podem ser presenteadas ou decorar ambientes alternativos como lojas, estúdios, escritórios. E ao adquiri-las estão ajudando artistas plásticos a viver da sua arte.

Fazem ainda parte da exposição trabalhos em azulejo.

O SOCIAL

Para Ana Cristina Martins Valério: Mais de 30 anos ao serviço da arte, Francisco Xicofran demonstra-nos o seu amor pelo Jazz e a sua dedicação à pintura, uma “senhora” exigente, complexa e apaixonada. Viver da arte é viver a arte e para colhermos frutos, se alguma vez colhermos, é trabalhar uma vida inteira, 24 sobre 24. Bravo amigo! Palmas para o teu trabalho, para a tua arte. E palmas para o Presidente Ricardo Marques e sua excelente equipa que nos presenteou com este incrível evento!

Segundo palavras de Luísa Ramos: Mais uma exposição individual do pintor do jazz, Francisco Xicofran Fernandes.

Uma exposição brilhante com muitos amigos e admiradores e no jardim, Salvador Sobral dava voz à Arte.

Como já nos habituou, o pintor foi um inegável anfitrião.

PREÇOS SOB CONSULTA, VISITE A PÁGINA AQUI

Crédito Fotográfico: Catarina Inácio/ Bruno Bragança Photoghyrap